Em Cartaz

23/05/2020 12:15

26/05 Terça Aberta na Quarentena convida quatro artistas para encontro virtual.

Terça Aberta na Quarentena convida

quatro artistas para encontro virtual

Adaptada para o modo online, a proposta da Cia Fragmento de Dança acolhe trabalhos de dança, teatro e performance, inéditos, recém estreados ou em processo, sempre seguidos de uma boa conversa entre os artistas, com a participação do público, e  mediada pela atriz Janaina Leite (Grupo XIX de Teatro) e a bailarina Vanessa Macedo (Cia Fragmento de Dança

A segunda edição do Terça Aberta na Quarentena, feita em plataforma online nestes tempos de isolamento social, reúne no dia 26 de maio, às 19h, quatro artistas para compartilharem suas experiências artísticas e trajetórias de pesquisas - Carina Nagib, Gustavo Valezzi, Renata Melo e Roberto Alencar. A mediação do evento será feita por Janaína Leite e Vanessa Macedo.

O primeiro trabalho, “Fake – com Duda e Naty”, de Carina Nagib e Gustavo Valezzi, se inicia antes da quarentena, investigando a falsidade das relações virtuais, a solidão, a solitude e os relacionamentos afetivos. O projeto se intensifica agora, por ser o isolamento social um catalisador das questões abordadas pela pesquisa. Dentro desta perspectiva, o casal fake “Duda e Naty” mergulha no confinamento tendo como único escape (como muitos de nós) a internet e se reinventa no mundo virtual. Fake é o Instagram deste casal (apresentado em diversas performances – feeds e stories @dudaenat), que se desenvolve nas redes sociais durante o processo de pesquisa.

Não menos visionária é a pesquisa “Vídeos de Dança em Casa”, que Renata Melo realiza há quatro anos, em cômodos da sua casa, onde experimenta o movimento, dramaturgias, narrativas e estéticas. Em tempo de confinamento, essa prática tornou-se uma forma de expressão, tomou as redes sociais e tem sido tema de debates. Alguns vídeos contam com a participação especial de amigos e vizinhos.

A dramaturgia de “Aglomerado”, de Roberto Alencar, parte da investigação de possibilidades corporais e visuais em torno do conceito de aglomeração particular. Através de interações entre dança, desenho e vídeo-projeção, a performance mostra um corpo isolado aglomerando-se com vários de seus duplos. Sobre o corpo, são projetados filmes feitos a partir de desenhos de Alencar, produzidos durante a quarentena.

A inscrição do público pode ser feita no link:    https://forms.gle/p4iEvmqBMcr6L5C99

A partir do preenchimento deste formulário, será enviado no dia do evento um link para acesso à plataforma ZOOM, por e-mail e telefone.

A ação faz parte do projeto “Autodepoimento na cena”, contemplado pela 27ª Edição do Programa de Fomento à Dança para a Cidade de São Paulo.
___________________________

Serviço:

Terça Aberta na Quarentena – Cia Fragmento de Dança

Com: Carina Nagib e Gustavo Valezzi (“Fake – com Duda e Naty”), Renata Melo (“Vídeos de Dança em Casa”) e Roberto Alencar (“Aglomerado”).

Dia 26/5, 19h – Plataforma Zoom

Link para inscrição: https://forms.gle/p4iEvmqBMcr6L5C99


Um pouco dos artistas

Carina Nagib cursou Dança e Gustavo Valezzi Teatro na UNICAMP. Desde então, ambos se dedicam e focam suas pesquisas entre as duas linguagens. Gustavo atuou com a Boa Companhia, Holly Cavrell e Luciana Canton. Carina com Luiz Bongiovanni, Norberto Presta, Ricco Vianna e, em Berlim, com Hannes Langolf.

Bailarina, coreógrafa, atriz e diretora, Renata Melo criou o Grupo Marzipan, onde atuou e coreografou por 10 anos. Na década de 90, inicio seu trabalho próprio: “Slices”, “Receba as Flores”, “Bonita Lampião”, “Domésticas, “Passatempo”, “Pessoas ao Sol”, foram criações premiadas pela APCA, Mambembe, Sharp, Molière e Shell. Dirigiu “Boteco”, para EAD, “Simpatia”, “Fui, Vim Voltei”, “Turistas e Refugiados”. Atuou em “Quem tem Medo de Italia Fausta”, “A Caixa” e ministrou aulas na Escola Célia Helena, Escola SP de Teatro e Faculdade de Dança UNICAMP.

Roberto Alencar é ator, bailarino, coreógrafo e artista visual. Há dez anos fundou a “Incunábula Companhia”, onde desenvolve uma linguagem que investiga o trânsito do corpo entre a dança e o desenho. Entre os profissionais com quem trabalhou na área de dança, teatro, cinema e tv destacam-se Sandro Borelli, Lu Favoretto, Renata Melo, José Possi Neto, Vanessa Macedo, Elias Andreatto, Cibele Forjaz, Zé Celso Martinez Corrêa , Hector Babenco, Helena Ignez. Atualmente integra o grupo de intervenções urbanas GRUA – Gentlemen de Rua.

 

Informações adicionais:

Elaine Calux – assessoria de imprensa

11 964655686 | 33689940

Cooperativa Paulista de Dança
Avenida São João, 324 - 1º andar/Conj. 102
São Paulo - SP - 01036-000
Fone: (11) 3225 9585
Email: coopdanca@coopdanca.com.br
Horário de Atendimento - 2ª a 6ª das 8h às 17h

Faça parte

Junte-se a nós e faça
 parte desse universo mágico!
Crie seu novo site Go7
versão Normal Versão Normal Painel Administrativo Painel Administrativo